BIHUB PATH

21 July, 2020

WIMU® E BARÇA, UMA HISTÓRIA DE UNIÃO E SUCESSO, II

Análise e Tecnologia Desportiva

INSCREVA-SE PARA O CERTIFICADO EM TECNOLOGIA E CIÊNCIAS APLICADAS AO ESPORTE

entrar
318K

Conforme a descrição do artigo anterior, quanto em 2017, os coletes pretos usados pela primeira equipe de futebol chamavam a atenção da imprensa, o Barça Innovation Hub coordenava seu desenvolvimento há algum tempo. A vestimenta levava consigo o EPTS WIMU PRO, da RealTrack, de Almería, que havia sido modificado com base em uma estratégia conjunta de desenvolvimento entre a empresa e o clube.

Depois do primeiro ano de trabalho em comum, o dispositivo retornou mais preciso, sendo que, só faltava aperfeiçoar o software encarregado de reunir e processar as métricas. Desde o início, a RealTrack se mostrou disposta a compartilhar com o clube o seu data-RAW ou medições brutas. Embora isto tenha começado a ser cada vez mais comum, os fabricantes estavam bastante relutantes em fornecê-los no início da implantação dos EPTS. Isto aparentemente parece ser um problema para a equipe técnica, porque não existe uma forma universal de corrigir o sinal bruto para minimizar os erros. Cada empresa utiliza seu próprio método e os preparadores não podem saber qual tratamento foi dado às informações antes de recebê-las. A RealTrack Systems se mostrou completamente confiável no envio de seu data-RAW desde o início.

Além disso, o Barcelona trabalha com cinco modalidades diferentes de esporte: futebol, basquete, handebol, futsal e hóquei sobre patins. Embora os esportes em equipe necessitem de informações específicas comuns, existem aspectos que o EPTS deve medir especialmente para cada um deles. Todos os aspectos foram levados em consideração ao desenvolver um software que complementasse o próprio WIMU PRO, as aplicações SVIVO e SPRO.

O SVIVO é destinado a monitorar a carga de trabalho no próprio local durante o treinamento e os preparadores podem escolher de maneira individual o em conjuntos as métricas que consideram mais interessantes para cada sessão. Desta forma, podem se adequar às situações específicas como, por exemplo, reintegrar o atleta que retorna depois de ter sofrido uma lesão ou monitorar seu retorno ao campeonato depois de um período de férias. Em se tratando de questões técnicas, é possível usar os EPTS durante um jogo, sendo que a FIFA o permite desde que o árbitro não se oponha e o dispositivo não fique visível, embora a primeira equipe de futebol do Barcelona não esteja acostumada a colocar. Nestes casos as informações são obtidas mediante imagens de vídeo.

Exemplo de monitoramento de saltos em tempo real com Wimu

 

Uma vez finalizada a sessão de treinamento, o SPRO é utilizado para analisar todas as informações coletadas pelo WIMU PROO. Ao escolher os parâmetros, pode-se estudar cada jogada em seus mínimos detalhes, com o objetivo de saber como se chegou a optar por ela e qual seu resultado final. Também é possível comparar, se for o caso, informações de diversas sessões para identificar padrões, históricos, perfis de atletas e sua evolução. Em uma situação de reintegração de um atleta lesionado, é possível adicionar dados da eletromiografia, pois o dispositivo permite se conectar com aparelhos externos e incluir essas informações para análise posterior.

Alcance de análises sobre o Wimu após a prática de atividades esportivas

 

A sincronização entre os dados do EPTS e a imagem de vídeo é uma função do SPRO que, tanto os preparadores quanto o departamento de análise de dados do Barcelona sequer a utilizam. A RealTrack insiste nessa característica assim como na projeção de um menu de estatísticas que complemente a experiência do telespectador, com informações sobre as jogadas. Desta forma, o WIMU PRO poderia se converter em uma ferramenta mais focada para um fan engagement. É uma iniciativa que ainda não foi concretizada, mas o uso generalizado destes dispositivos nas primeiras equipes em todo o mundo tem oferecido possibilidades muito interessantes.

Finalmente e não menos relevante, o Wimu é complementado por um sistema de informações na nuvem. Ele permite liberar acesso a qualquer membro da equipe técnica, que poderá consultar o histórico das sessões, gerar informações na medida, estudar tendências e padrões a partir de qualquer lugar. Mas também compartilhar suas observações com outros técnicos, elaborar perguntas e alertar quanto a riscos ou oportunidades.

Esta história não termina aqui e, como o restante dos projetos do Hub, nem sequer terminou. Nossa vontade é integrar ecossistemas de cooperação que sejam benéficos para todas as partes envolvidas. E, para amanhã, teremos grandes metas para alcançar. Continuaremos informando.

 

BIHUB team

NOTAS RELACIONADAS

NOVOS DADOS COMO AS EXIGÊNCIAS FÍSICAS DOS FUTEBOLISTAS VARIAM CONSOANTE A SUA POSIÇÃO

Muitos dos inúmeros estudos a esse respeito, contudo, analisam essas exigências tendo apenas em conta algumas variáveis ou empregando janelas de tempo muito alargadas. Um novo estudo realizado por preparadores físicos do F.C. Barcelona analisou vários desses dados com mais precisão.

Graus de liberdade ou de escravidão?

A compreensão das variáveis modificadoras do jogo, com base nos graus de liberdade.

ESTABILIDADE OU INSTABILIDADE, É ESSA A QUESTÃO?

A importância de construir um modelo de jogo no futebol.

¿VOCÊ QUER SABER MAIS?

  • ASSINAR
  • CONTATO
  • CANDIDATAR-SE

FIQUE ATUALIZADO COM NOSSAS NOVIDADES

Você tem dúvidas sobre o Barça Universitas?

  • Startup
  • Centro de investigação
  • Corporate

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.