BIHUB PATH

14 July, 2020

UM DISPOSITIVO INTELIGENTE PARA O TREINAMENTO DE ATLETAS

Análise e Tecnologia Desportiva

INSCREVA-SE PARA O CERTIFICADO EM TECNOLOGIA E CIÊNCIAS APLICADAS AO ESPORTE

entrar
318K

Enquanto os treinamentos no Barcelona acontecem, os preparadores acompanham na tela uma série complexa de gráficos, os quais estão relacionados ao desempenho individual do atleta e ao resultado das jogadas realizadas em grupo. Essas informações são disponibilizadas pelos EPTS (Electronic Performance and Tracking Systems), denominado WIMU PRO, cujo conjunto de medições são agrupados através de um aplicativo. O clube não foi apenas um dos pioneiros na implantação deste tipo de dispositivo e hoje em dia é muito comum em clubes de grande porte, mas também na contribuição para com o desenvolvimento de parcerias junto ao fabricante.

Os preparadores, ao utilizar as informações cinéticas e cinemáticas fornecidas pelo dispositivo, conseguem medir a velocidade de deslocamento de um atleta, o ponto exato de um salto para cabecear ou ainda a realização de um giro para dar impulso. Os saltos, impactos ou esbarrões entre atletas, são registrados e gravados, o que possibilita o cálculo de distâncias, acelerações e velocidades, além de outras informações importantes.

Para coletar as medições durante o jogo, os atletas carregam no corpo um WIMU PRO que, com um tamanho semelhante ao de um controle de garagem e um peso de apenas 70 gramas, pode armazenar uma série de sensores muito específicos, capazes de registrar os movimentos individuais. Inerciais: acelerômetro, giroscópio, magnetômetro, barômetro e os de posicionamento por geolocalização. Todas estas tecnologias já estavam presentes em smartphones, mas no WIMU PRO foram agrupadas de uma maneira específica no intuito de medir a atividade do atleta, registrando os resultados. Além disso, este dispositivo pode se conectar a sensores externos com o objetivo de medir informações fisiológicas, tais como, frequência cardíaca ou atividade muscular medida através da eletromiografia superficial.

 

É desta forma que o Wimu é utilizado no FC Barcelona)

 

Até vir a adotar a marca WIMU®, o Barcelona testou outros EPTS, decidindo finalmente pela Real Track Systems, em função do potencial de avanço apresentado e que, uma vez desenvolvido, apresentou dois pontos fortes: a possibilidade de usar em espaços fechados ou inclusive sem cobertura e a transmissão de informações autênticas.

Um dos problemas mais comuns apresentados nos EPTS são as possíveis interrupções na medição dessas informações. Mesmo que os sensores estejam em pleno funcionamento, a transmissão do sinal pode ser interrompida por inúmeras causas como, por exemplo, más condições climáticas, falha na recepção das informações, vácuos na cobertura ou treinamentos em lugares fechados. A solução apontada pela Real Track denominada de Hybrid System, consiste em unir dois sistemas de navegação por satélite, o GPS e o UWB (Ultrawid band). O UWB coleta os sinais de um conjunto de antenas que são posicionadas em diferentes locais do campo, simulando o sistema de navegação por satélite e, ao mesmo tempo, vinculando-se a ele no intuito de minimizar a perda dessas informações. Assim, a precisão é evidente nas medições de posição e trajetória do atleta em mais ou menos 10 cm.

O segundo ponto forte do sistema WIMU® é o software de análise das informações. Todos os membros do corpo técnico que têm acesso, podem se conectar à plataforma e ver os gráficos sobre o desempenho de cada atleta e da equipe em geral. As informações gráficas aparecem em tempo real, sem impedir o usuário de visualizar novamente uma jogada, juntamente com suas informações. Além disso, dependendo da especialidade, a ferramenta pode ser personalizada para visualizar aquelas partes que mais interessam, sejam elas as variáveis fisiológicas como frequência cardíaca, atividade muscular entre outras, assim como as táticas de diagramas de Voronoi, triangulação de Delaunay e relação de linhas e áreas, embora esta parte não seja utilizada no WIMU PRO dentro do FC Barcelona, é de responsabilidade da equipe de análise de informações.

Os técnicos costumam usar em suas sessões de 10 a 20 das mais de 100 variáveis que o EPTS oferece. Dependendo da sessão e para quem for direcionada as informações (muito diferente se for para o médico ou para o treinador), são selecionadas com o objetivo de gerar relatórios, comparar informações de diferentes sessões, identificar padrões e planejar recuperações depois de uma temporada sem atividades ou ainda monitorar a carga externa de cada atleta. O alcance das possibilidades e sua personalização também são frutos do trabalho em conjunto desenvolvido entre o corpo técnico, a Real Track (que recebe os comentários) e as alterações acrescentadas. Em uma equipe complexa, onde não só participam o segundo treinador e o preparador físico, mas também os analistas táticos, técnicos e os membros do departamento médico, é fundamental segmentar as métricas para oferecer informações relevantes e especializadas.

O uso do WIMU PRO pelo Barcelona tem como objetivo se adaptar a cada tipo de treinador e oferecer tudo o que for necessário, não importando se o seu interesse for apenas pela quantidade de tempo de um jogo ou pelo desempenho do atleta em uma tarefa específica. Apesar deste EPTS não oferecer uma resposta no que se refere ao eterno dilema sobre como deveria ser o perfil dos treinadores de uma equipe, ele é dotado de inteligência superior para interpretar informações, planejar táticas de jogo e ainda mais, possui capacidades superiores para administrar uma equipe formada pelos melhores atletas do mundo. Mesmo que ambos os perfis vençam Copas do Mundo, Eurocopas e ligas, muito provável não exista uma resposta única. Não há dúvidas quanto ao fato de que nenhum dos dois pode renunciar à utilização da tecnologia nos campeonatos de grande porte, ou seja, de um EPTS que domine a todos.

 

 

Martín Sacristán 

NOTAS RELACIONADAS

NOVOS DADOS COMO AS EXIGÊNCIAS FÍSICAS DOS FUTEBOLISTAS VARIAM CONSOANTE A SUA POSIÇÃO

Muitos dos inúmeros estudos a esse respeito, contudo, analisam essas exigências tendo apenas em conta algumas variáveis ou empregando janelas de tempo muito alargadas. Um novo estudo realizado por preparadores físicos do F.C. Barcelona analisou vários desses dados com mais precisão.

Graus de liberdade ou de escravidão?

A compreensão das variáveis modificadoras do jogo, com base nos graus de liberdade.

ESTABILIDADE OU INSTABILIDADE, É ESSA A QUESTÃO?

A importância de construir um modelo de jogo no futebol.

¿VOCÊ QUER SABER MAIS?

  • ASSINAR
  • CONTATO
  • CANDIDATAR-SE

FIQUE ATUALIZADO COM NOSSAS NOVIDADES

Você tem dúvidas sobre o Barça Universitas?

  • Startup
  • Centro de investigação
  • Corporate

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.