BIHUB PATH

December 26, 2020

Um Box Day impossível: porque o futebol europeu interrompe suas atividades na época de natal

Desportos Colectivos
Events

INSCRIVA-SE PARA O Certificado em Comunicação em Organizações Desportivas

Entrar
318K

Os torcedores do futebol europeu novamente insistem na mesma pergunta todos os anos quando se aproxima o natal. Por que os campeonatos são interrompidos nesta época do ano? É um período de férias, para compartilhar com a família e com os amigos e ter mais tempo livre, parece ser o momento ideal para atrair torcedores para as arenas e saturar audiências com transmissões televisivas. O basquete não interrompe suas atividades, e do outro lado do oceano a NBA apresenta um espetacular calendário de atividades. Entretanto, somente a Premier inglesa, de todas as ligas europeias, mantem jogos durante o período de festas de final de ano.

Existem motivos suficientes para isso; a cultura e as traduções. No dia 26 de dezembro é o Dia depois do natal ou Boxing Day na Inglaterra, uma data festiva associada ao fato de dar e receber presentes, reuniões familiares e compras, que existe há mais de cem anos. O futebol conseguiu criar um espaço nesta festividade como esporte por excelência na ilha britânica, tornando uma tradição essas quatro primeiras ligas inglesas, ou seja, a Premier League, Championship, League 1 e league 2 realizem partidas nesse dia. Os torcedores que estão acostumados e esperam essas partidas são totalmente fiéis a elas: em 2019, onde não existiam restrições de público, as arenas britânicas tiveram uma ocupação de 97%.

 

Os diretores das demais ligas de futebol sempre observaram o interesse do Boxing Day, e se questionaram se poderiam transferir as férias de inverno dos atletas para outras datas e com isso melhorar os índices a cada ano. A tentativa mais evidente aconteceu na Seria A italiana em 2018. Seus dirigentes explicaram que fizeram isso ao se inspirarem no modelo inglês e como prova prévia ao ano anterior com as equipes da segunda divisão e que isso funcionou muito bem. Mas ao contrário do que se imaginava, aqueles encontros não despertaram o interesse e a participação esperada pelos dirigentes nos dias festivos. As arenas tiveram um número significativamente inferiores aos jogos principais, a audiência televisiva foi diminuta e o desempenho dos atletas também não foi o que se esperava. Três meses depois, a Série A anunciou que retornaria a ter duas semanas de férias entre as festas de fim de ano.

O relatório da Federação italiana de futebol não questionou quais eram os motivos, mas sim fizeram alusão à cultura e às tradições natalinas na Itália. Enquanto isso os torcedores ingleses têm uma longa tradição de participarem de jogos natalinos e os italianos preferem as festividades do natal e se reunirem com a família e amigos em vez de assistir a um jogo como diversão. Retornarem às cidades natais ou onde os familiares residem são habituais e isso distancia mais ainda os torcedores fanáticos das arenas, pelo menos nesta época do ano. Como explicaria qualquer especialista em marketing, não há nada mais complicado, nem tão caro como mudar condutas de consumo. E conseguir isso com os europeus não ingleses adicionem jogos natalinos não será a melhor alternativa. A Premier League também conta com algo além da Série A, o domínio completo sobre os direitos televisivos para o mercado doméstico e uma audiência que historicamente sempre foi altíssima no Boxing Day. Já no restante da Europa ficou constatado que as partidas de natal não fomentam uma audiência que compensa esses encontros nem mesmo a transmissão televisiva delas.

O relatório italiano inclui outro ponto sobre queixas que normalmente os técnicos fazem aos clubes ingleses. Eles privam os atletas de um descanso natalino e isso provoca uma piora no desempenho dos atletas. Os italianos tiveram um verdadeiro comportamento entristecidos dentro de campo quando tiveram que jogar esse Boxing Day. Louis Van Gaal, durante o período que foi técnico do Manchester United, foi altamente criticado pela quantidade de jogos natalinos em função do Boxing Day. Era impossível que a seleção inglesa ganhasse, porque seus atletas chegaram exaustos no final da temporada. Publicamos nesta edição o fato de como as férias de inverno reduzem a quantidade de lesões em todos os atletas. Se levarmos em consideração as informações deste artigo sobre o desempenho dos atletas que participaram de muitos jogos nas últimas décadas, esse descanso é quase uma obrigatoriedade, pois é beneficioso para todos. E se jogarem durante o período de natal, seria impossível programar duas semanas de férias sejam antes ou depois. A maioria das pesquisas médicas concluíram que, sem que existam períodos de descanso a equação da competição, os riscos de lesões graves se multiplicaram em até quatro vezes.

Portanto, não é fácil e pode inclusive ser contraproducente em função da saúde dos atletas e as receitas inexpressivas, ao realizar-se jogos durante o período de natal quando essa atividade não é culturalmente aceita. Em 2020 assistiremos uma variação inusitada na Laliga espanhola e na Primeira Liga Portuguesa, que em função dos atrasos pelas restrições causadas pela pandemia haverão encontros durante o período de natal. Portanto, não é uma tentativa, mas veremos como a Série A simulará um Boxing Day. Nem mesmo as informações coletadas sobre a audiência serão precisas, pois ainda existem proibições de ingressos às arenas. O que realmente pode ser uma alternativa estatística é a verificação dos índices de lesões e desempenho se comparados com anos anteriores que os atletas tinham de férias. O Boxing Day é um grande desafio para os europeus. Isso é evidente.

 

Martín Sacristán

NOTAS RELACIONADAS

NOVOS DADOS COMO AS EXIGÊNCIAS FÍSICAS DOS FUTEBOLISTAS VARIAM CONSOANTE A SUA POSIÇÃO

Muitos dos inúmeros estudos a esse respeito, contudo, analisam essas exigências tendo apenas em conta algumas variáveis ou empregando janelas de tempo muito alargadas. Um novo estudo realizado por preparadores físicos do F.C. Barcelona analisou vários desses dados com mais precisão.

Graus de liberdade ou de escravidão?

A compreensão das variáveis modificadoras do jogo, com base nos graus de liberdade.

EXERCÍCIOS EXCÊNTRICOS: ESTUDAR “VACINAS” PARA OS MÚSCULOS

É importante treinar com exercícios do tipo excéntrico para prevenir possíveis danos. No entanto, o treino intensivo também pode causar alguns danos a nível muscular, que devem ser monitorizados para minimizar o risco de lesão.

ESTABILIDADE OU INSTABILIDADE, É ESSA A QUESTÃO?

A importância de construir um modelo de jogo no futebol.

O NÍVEL DE RESISTÊNCIA COMO MODERADOR DA CARGA DE TREINO

A resistência cardiovascular surgiu como moderador do resultado da carga a que se sujeita o desportista.

¿VOCÊ QUER SABER MAIS?

  • ASSINAR
  • CONTATO
  • CANDIDATAR-SE

FIQUE ATUALIZADO COM NOSSAS NOVIDADES

Você tem dúvidas sobre o Barça Universitas?

  • Startup
  • Centro de investigação
  • Corporate

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.