BIHUB PATH

23 December, 2020

Tecnologias definirão as arenas do futuro

Instalações Inteligentes

INSCRIVA-SE PARA O Certificado em Gestão de Instalações Desportivas

ENTRAR
318K

As tecnologias digitais são uma das áreas com crescimento exponencial para a gestão das arenas esportivas. E isso ficou mais evidente durante o ano de 2020, porque em todas as grandes obras de renovação e reforma existem planos tecnológicos que ocupam grande parte do projeto arquitetônico. Com melhores objetivos, a redefinição do conceito de aproveitar da melhor forma os encontros diretos e ainda atrair uma maior quantidade de público, melhorando a experiência para assistirem jogos e tudo isso será muito melhor. Aproveitar o grande potencial de atração que os “avid fans” têm.

Os “Avid Fans” são aqueles torcedores com maior devoção e lealdade a um clube ou atleta. Também é um segmento de torcedores que, logo que experimentaram essas novas tecnologias dentro da arena são os que mais se posicionam a favor de participarem de forma presencial dos jogos, em vez de assistirem a uma partida pela televisão ou via streaming. São também os que estão mais dispostos a comprarem produtos dos clubes e a realizarem inscrições de serviços que ele oferece. A tecnologia passa a ter um lugar especial na vida das pessoas e com o esporte acontece o mesmo, porque desejamos desenvolvimentos com realidade aumentada, realidade virtual e inteligência artificial. A consultora Cap Gemini define o perfil de um estudo que foi publicado no começo do ano e realizado principalmente com homens, urbanos e torcedores fervorosos do futebol, futebol americano, tênis e basquete. Eles acompanham com mais frequência notícias sobre seus clubes e equipes, os resultados e usam muito mais os smartphones. E dedicam mais tempo nas redes sociais para interagir com outros torcedores pares. O que os faz um grupo verdadeiramente capaz de lotar arquibancadas nos dias de jogos. É fundamental, fomentar e estimular essas expectativas.

Entretanto, os torcedores não representam na mesma proporção os demais torcedores em todo o mundo. No mercado asiático, pioneiro na implementação de tecnologias nas arenas, representam 75%. Nos Estados Unidos representam 50% e a porcentagem na Europa é bem menor. É claro que prevemos um incremento especial em função da pandemia da COVID-19 e a implementação do 5G. A pandemia da COVID-19 acelerou as mudanças de hábitos e a implementação de novas tecnologias e o 5G permitirá conexões massivas. Foi comprovado que na recente reabertura do Tottenham Hotspur (UK), pois com a abertura do wi-fi é possível uma conexão simultânea com 65% dos 62.000 torcedores sem que se perca qualidade de sinal e de vídeo. Podem ser reproduzidas jogadas sob demanda ou conteúdos relacionados, enquanto aproveitam o encontro e compartilham suas experiências nas redes sociais.

Compartilhar a paixão pelo jogo e pelo próprio clube é uma das três grandes áreas de interesse que hoje encontramos em uma arena e que definirão as futuras sedes esportivas. As outras são a redução do tempo de espera e a melhoria no serviço dentro das próprias arenas. A implementação passa pelo uso de cinco aplicações tecnológicas: RA (realidade aumentada), RV (realidade virtual), IA (Inteligência artificial) e IoT (Internet das coisas) e o 5G.

O novo Anfield do Liverpool será um dos primeiros em aplicar a IA na gestão de arquibancadas. Ao utilizar câmeras de vigilância e, portanto, o uso da Internet das Coisas (IoT), será verificado com a IA o distanciamento social entre o público em geral e o movimento das massas dentro da arena. O principal objetivo hoje é orientar e facilitar a fluência reduzida com limitações em função do coronavírus, mas o objetivo é que futuramente possamos utilizar com normalidade essa tecnologia para reduzir os tempos de espera e permitir que os torcedores encontrem o caminho mais rápido e eficiente ao seu lugar ou às lojas e restaurantes localizados no interior das arenas, e assim reduzir o tempo de espera.

Uma aproximação similar acontece com a parceria entre o Barcelona Supercomputing Center e o FC Barcelona, como parte do programa “Horizon 2020” da UE. O objetivo é modernizar os movimentos naturais dos assistentes do futuro no Espai Barça, o conjunto de instalações esportiva que incluem do Camp Nou e a cidade esportiva que circunda a arena. Com base nos movimentos dos assistentes tanto nomatchday como no non-matchday contará com um modelo que permite planejar encontros, realizar alterações em tempo real e localizar a bilheteria e as instalações durante o percurso, a acessibilidade e visibilidade certamente melhorarão a experiência dos torcedores.

E uma das melhoras mais esperadas é a de permanecer mais tempo na arquibancada. 75% dos torcedores desejam permanecer mais tempo, comendo e bebendo por mais tempo. Um aspecto importante que gera satisfação e reduz esses tempos de espera o que aumenta gastos e consumo dentro das arenas. Atualmente já existe um serviço oferecido pela SeatServe que oferece produtos. Uma solução SaaS (software de serviços) para arenas que permite tanto a distribuição direta no lugar em situ como em um ponto de entrega do produto. Os torcedores podem usar estes serviços através de um App, pensado na integração daqueles que o clube, ligas e arenas já contam. Portanto, um sistema de delivery não tão diferente dos pedidos de comida com entrega domiciliar direcionado para um público específico dentro de uma arena, ou seja, food court.

Tecnologias semelhantes como SaaS permitem que a maioria das arenas dos Estados Unidos altere o assento por um que esteja melhor posicionado e disponível. Nos minutos prévios ao jogo o sistema informatizado da arena informará a todos os assistentes que por uma pequena diferença poderá mudar de lugar na arquibancada. Enviará um link com a forma de pagamento. Tradicionalmente o valor é menor que o da venda na bilheteria, o que faz com que a rentabilidade do ticketing seja revertida para a arena, ao oferecer o lugar com um valor inferior, mas ganhando mais com o aumento das vendas.

Não podemos esquecer que o grande negócio do esporte são as arenas. E que a implementação destes e outros desenvolvimentos tecnológicos dependerá muito do uso e utilidade.

 

BIHUB Team

NOTAS RELACIONADAS

¿VOCÊ QUER SABER MAIS?

  • ASSINAR
  • CONTATO
  • CANDIDATAR-SE

FIQUE ATUALIZADO COM NOSSAS NOVIDADES

Você tem dúvidas sobre o Barça Universitas?

  • Startup
  • Centro de investigação
  • Corporate

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.