BIHUB PATH

July 19, 2022

Psicologia
Rendimento

Fatores psicológicos que influenciam o desempenho esportivo

By BIHub Team.

“O talento abre uma porta para você, mas se você não tiver estabilidade emocional, será muito difícil você atingir o seu máximo”

 

Rocío Pomares, diretora de Psicologia de Alta Performance do Futbol Club Barcelona, reflete sobre os fatores psicológicos que influenciam o rendimento esportivo e quais são os mais valorizados pelo Barça.

 

Estabilidade emocional, força interior, adaptabilidade e desenvolvimento competitivo: estas são as quatro categorias principais nas quais se agrupam os trinta fatores psicológicos que influenciam diretamente o rendimento esportivo. Rocío Pomares, diretora de Psicologia de Alto Rendimento do Futebol Clube Barcelona, assim as define: “A estabilidade emocional é a autoconsciência que o jogador tem de si mesmo, sua capacidade de administrar a frustração e as emoções negativas. A força interior está relacionada à motivação, à paixão, à capacidade desse jogador de pagar o preço que se supõe alcançar seus objetivos. A capacidade de adaptação corresponde à capacidade de aprender, humildade, adaptação a diferentes circunstâncias… E o desenvolvimento competitivo consiste em levar o que foi aprendido para a competição e gerenciar aí emoções positivas. Este bloqueio corresponde também à determinação que o jogador tem e à sua capacidade de se superar em situações de competição complexas”.

 

Para Pomares, o autoconhecimento é o fator psicológico mais valioso na hora de poder otimizar o rendimento esportivo de um jogador. “O autoconhecimento é a capacidade da pessoa de se conhecer. Só se o jogador conhece a si mesmo e sabe como ele funciona, poderá se autocontrolar”. Para Rocío Pomares, o autoconhecimento é uma ferramenta fundamental para controlar e direcionar as emoções para o desempenho desejado. “As emoções podem ser muito úteis se você souber como gerenciá-las. Você apenas tem que aprender a viver com elas.” A proposta de Pomares é aprender a reconhecê-las e usá-las a favor do rendimento na competição. Claro: ela ressalta a importância das emoções serem bem treinadas. “A raiva por si só termina em um cartão vermelho. Mas se for bem administrada, pode se tornar um plus”, garante. Nesse sentido, o autodiálogo que o atleta pode gerar consigo mesmo é essencial. “É muito determinante nas emoções e, consequentemente, no comportamento, na atitude e no desempenho. Uma conversa interna útil ajuda a gerar a emoção de que você precisa para obter o rendimento que deseja.” Novamente, segundo Pomares, tudo gira em torno do autoconhecimento. “Quando vemos esse autoconhecimento e vemos qual estrutura tem, em qual base vem se formando, podemos saber se será mais fácil de moldar ou mais complexo.”

 

Treinamento do Barça no campo psicológico

Tal como acontece com as habilidades esportivas físicas, é possível treinar qualidades psicológicas, mas não em todas as circunstâncias. “Tudo depende de qual parâmetro for o que estiver falhando. Por exemplo, se for estabilidade emocional, será difícil trabalhar isso em um nível profissional”. O motivo: “neste âmbito, não só a genética tem muita influência, mas também o papel da família, de todo o ambiente que aquele jogador teve”.

 

Pomares categoriza os ambientes sociais dos atletas como “úteis ou não úteis” em vez de positivos ou negativos. E ressalta: “há ambientes que parecem positivos – crianças que têm toda a família envolvida, tudo gira em torno do esporte–, mas apesar de aparentemente positivos, não são úteis. Geram uma pressão sobre a criança que não lhe corresponde devido à sua idade e que ela não sabe administrar, e acaba por torná-la infeliz. Por outro lado, muitas vezes, ambientes desestruturados fazem com que o jogador coloque toda a sua energia, todo o seu entusiasmo, todo o seu esforço aqui, e ele tem uma capacidade de sacrifício maior que os demais. De fato, observamos que alguns dos melhores jogadores vêm de ambientes não estruturados”, explica a psicóloga. De acordo com suas observações, esses jogadores desenvolvem o que é conhecido na psicologia como resiliência, “a capacidade de transformar algo negativo em positivo. Se você levar isso para a pista ou para o campo, você poderá reverter situações negativas e usar essas emoções para competir com mais intensidade”.

 

Pomares não tem dúvidas sobre o papel fundamental que a idade do jogador desempenha na capacidade  que possa ter a psicologia do esporte no momento de otimizar o comportamento e o rendimento esportivo. “A fase juvenil é a mais importante para mim, porque é decisiva. O que fizermos com a equipe juvenil terá uma grande influência sobre se esse jogador chegará ou não chegará”. É neste período formativo da vida que o Clube pode orientar melhor o jogador no desenvolvimento, não só da forma de jogar, mas também da personalidade Barça. “Quanto mais jovem, mais maleável. É ir criando a personalidade e o caráter que queremos”.

 

A definição da “personalidade Barça”

A definição dos traços psicológicos da personalidade Barça foi a principal inovação que Pomares incorporou ao clube desde que ingressou no clube em agosto de 2021. Pomares desenvolveu uma metodologia de treinamento psicológico baseada na “análise exaustiva da personalidade dos melhores jogadores da história do Barça, para ver quais fatores psicológicos foram decisivos ou têm em comum e os tornaram diferenciais. A fórmula mágica é: o caráter do jogador, mais o ambiente, mais o estilo de vida”. Com base nesses traços psicológicos combinados, a equipe profissional de Pomares pode prever melhor se o jogador será capaz de se encaixar na filosofia do Barça, dentro e fora do campo. “A nível técnico, o Barça tem bem definido o tipo de jogo que precisa e contratamos pessoas com base nesse tipo de jogo. É como a maneira de treinar fisicamente, mas em um nível psicológico. Temos alguns parâmetros que, caso não sejam atendidos, vamos pensar nisso na hora de assinar.”

 

KNOW MORE

¿VOCÊ QUER SABER MAIS?

  • ASSINAR
  • CONTATO
  • CANDIDATAR-SE

FIQUE ATUALIZADO COM NOSSAS NOVIDADES

Você tem dúvidas sobre o Barça Universitas?

  • Startup
  • Centro de investigação
  • Corporate

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.