BIHUB PATH

6 July, 2020

COMO A TECNOLOGIA IA DA PIXELLOT É APROVEITADA PARA OTIMIZAR OS FLUXOS DE TRABALHO NO FC BARCELONA

Análise e Tecnologia Desportiva

INSCREVA-SE PARA O CERTIFICADO EM TECNOLOGIA E CIÊNCIAS APLICADAS AO ESPORTE

entrar
318K

O Barça Innovation hub (BIHUB) contará com a colaboração da Pixellot para o desenvolvimento de novos sistemas para a gravação automática de treinamentos e partidas. Esta nova aliança contribuirá para otimizar as análises técnico-tática dos treinadores de diferentes esportes profissionais que são realizados na Ciutat Esportiva (Cidade esportiva).

A tecnologia desta empresa permite gravar, produzir e distribuir todos os jogos esportivos de maneira automática e eficiente, pois tanto torcedores como corpo técnico poderão assistir. Através do uso da IA (Inteligência artificial), simularemos um operador de câmera com a imagem panorâmica do campo de futebol em HD (alta definição).

 

Como funciona?

A captura panorâmica usa câmeras grandes angulares ou várias câmeras e em seguida vincula todas as imagens em uma só. A tecnologia utiliza algoritmos avançados de seguimento automático (auto-tracking) para acompanhar o fluxo do jogo dentro de uma captura panorâmica em HD. Estas decisões inteligentes devem ser tomadas com uma latência mínima para que a captura seja tão precisa como a humana. Em síntese, o buffer da latência atua como um operador de câmera, pois visualiza o futuro com o objetivo de prever o fluxo do jogo e depois decidir conscientemente qual será a melhor forma de gravá-lo.

 

É humano ou robótico? 

Para oferecer ao telespectador uma experiência impecável, a tecnologia deve simular a captura realizada por um operador humano, mediante movimentos suaves e de preferência simulando movimentos de um tripé de vídeo com uma lente objetiva.

Outro aspecto onde a automatização pode ser muito eficaz, é o fato de poder gravar a mesma partida de diferentes formas para os torcedores e para o corpo técnico. Para o corpo técnico o mais importante é o foco nos aspectos táticos do jogo. Os analistas querem observar a distribuição da equipe em geral, ou seja, todos os atletas em campo, inclusive os goleiros. Mas para os telespectadores que assistem os jogos em suas casas, o resultado desta experiência poderia ser um exagero para o aproveitamento do jogo.

 

Os algoritmos são fundamentais 

A maioria das tecnologias de captura automática compartilham os seguintes princípios. Entretanto, como cada esporte tem sua própria tática de jogo, todos necessitam de algoritmos completamente diferentes.

 

  • Captação automática da bola: nos esportes com bola como, por exemplo, futebol, basquete etc., geralmente ela é o centro da ação. Para capturar a ação, o algoritmo tenta detectar e monitorar a bola.
  • Captação dos atletas: em tecnologias mais avançadas, a captação automática da bola se complementa com a dos atletas. Isso permite uma compreensão otimizada da ação e serve de base para captar a situação do jogo. Tanto a captação da bola como a dos atletas está fundamentada na capacidade de analisar as imagens e diferenciá-las entre o fundo da tela e os objetos de interesse, ou seja, a bola e os atletas.

 

O que ele faz parado lá?

Um dos grandes desafios na captação dos atletas acontece quando um deles fica parado e sem ação por vários segundos. Por exemplo, no futebol, antes do tiro de meta, alguns atletas não se movem durante um período de aproximadamente 30 segundos. Quando isso acontece, o algoritmo deverá garantir que não se confunda o atleta com o fundo da tela.

Além disso, o algoritmo deverá diferenciar os atletas que não estão escalados, por exemplo, os que estão em aquecimento do lado de fora do campo dos que estão sim estão escalados e dentro de campo, inclusive quando um dos escalados estiver distante da bola. O algoritmo também deverá ser capaz de identificar o árbitro, que não faz parte do jogo.

 

Captação das ações do jogo

Com base na captação da bola e dos atletas, o algoritmo necessita identificar as diferentes ações que estão acontecendo em cada momento do jogo. Por exemplo, no futebol, uma cobrança de escanteio ou um pênalti. No basquete, um lance livre, um contra-ataque etc., cada ação de jogo tem suas próprias características visuais e, ao entender isso, o algoritmo pode prever certos comportamentos e tomar decisões mais inteligentes sobre a forma otimizada de capturar essas ações. Cada esporte tem uma longa lista de diferentes ações de jogo. Portanto, esta tarefa é um enorme desafio para um sistema automatizado.

 

Ampla aprendizagem

Para superar este desafio, a captação das ações do jogo pode estar baseada em algoritmos de ampla aprendizagem, que é capaz de aprender, de maneira automática, como identificar um escanteio, em base a um conjunto de dados exemplificados. No caso da ampla aprendizagem, não é necessário que o programador do sistema apresente regras para a identificação de uma cobrança de escanteio. O sistema gera isso automaticamente em função das suas próprias regras e selecionará as características que necessitam ser identificadas para cada ação específica do jogo. Ao considerar todos estes parâmetros, o sistema pode decidir qual será a forma otimizada de captura destas imagens.  

 

Uma viagem ao futuro não tão distante

Os notáveis avanços da informática permitem o desdobramento de capacidades expandidas para a inteligência artificial e a ampla aprendizagem. A combinação da visão computadorizada, a IA e a ampla aprendizagem, proporcionam, pela primeira vez, uma experiência visual que pode ser comparada com a que um operador de câmera humano faz e, em alguns casos, chega a superar em qualidade. Esses algoritmos continuarão seu processo de otimização, para assim poder cobrir diversos tipos de eventos esportivos e isolar diferentes cenários nos treinamentos.

Suas capacidades centrais já foram testadas e verificadas em campo. Com a ajuda de treinadores, técnicos e analistas profissionais do FC Barcelona, a pesquisa e o desenvolvimento dos recursos da Pixellot em estreita colaboração com o BIHUB, serão criados novos processos de automatização que otimizarão os atuais fluxos de trabalho, além de atenderem aos requisitos mais rigorosos do clube.

 

 

A equipe Barça Innovation Hub

NOTAS RELACIONADAS

NOVOS DADOS COMO AS EXIGÊNCIAS FÍSICAS DOS FUTEBOLISTAS VARIAM CONSOANTE A SUA POSIÇÃO

Muitos dos inúmeros estudos a esse respeito, contudo, analisam essas exigências tendo apenas em conta algumas variáveis ou empregando janelas de tempo muito alargadas. Um novo estudo realizado por preparadores físicos do F.C. Barcelona analisou vários desses dados com mais precisão.

Graus de liberdade ou de escravidão?

A compreensão das variáveis modificadoras do jogo, com base nos graus de liberdade.

ESTABILIDADE OU INSTABILIDADE, É ESSA A QUESTÃO?

A importância de construir um modelo de jogo no futebol.

¿VOCÊ QUER SABER MAIS?

  • ASSINAR
  • CONTATO
  • CANDIDATAR-SE

FIQUE ATUALIZADO COM NOSSAS NOVIDADES

Você tem dúvidas sobre o Barça Universitas?

  • Startup
  • Centro de investigação
  • Corporate

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.