BIHUB PATH
Retorna

O papel da psicologia no tratamento das tendinopatias

A tendinopatia é uma doença comum em atletas amadores e de elite, cuja persistência pode causar um impacto psicológico negativo e, consequentemente, uma recuperação complicada.

O efeito da motivação no rendimento esportivo

Entrevista com Rocío Pomares, diretora de Psicologia de Alto Rendimento do
Barcelona Futebol Clube

“A motivação é o motivo que o leva à ação. É o motor.

Fatores psicológicos que influenciam o desempenho esportivo

Rocío Pomares, diretora de Psicologia de Alta Performance do Futbol Club Barcelona, reflete sobre os fatores psicológicos que influenciam o rendimento esportivo e quais são os mais valorizados pelo Barça.

Por que precisamos marcas «nice»

Essas teorias e discussões sobre a «nova normalidade» já estão muito atrasadas. «nova normalidade». Em breve, o mundo fará dois anos na pandemia, situação que reconfigurou nossa forma de entender o mundo e nossas vidas. As mudanças podem ser muito mais profundas do que pensamos, algumas podem até ser para melhor.

Anatomia do pênalti

O professor de Filosofia e metafísica da Universidade de Durham, Stephen Mumford, explicou em seu tratado sobre futebol, Football, the Philosophy Behind the Game (Polity, 2019), que parte do segredo desse esporte é que ninguém nunca sabe o que vai acontecer, é aí que reside o seu interesse. Dentro dessa incerteza, continuou ele, o ponto de pênalti tem um significado especial. É onde mais emoção, angústia e alegria podem ser concentradas, especialmente na disputa de pênaltis. É um dos aspectos de uma partida sobre os quais, segundo este professor, os jogadores não podem ter controle. Ou seja, o goleiro não pode controlar onde o arremessador lança e vice-versa, mesmo que intervenham técnicas de engano.

A importância do tempo de jogo e a justiça das decisões do técnico

Nos esportes coletivos, o tempo de jogo numa competição é um tempo de desfrute, e um recurso limitado e altamente valorizado pelos atletas. No handebol, por exemplo, o treinador deve distribuir 420 minutos de jogo (60 minutos da partida x 7 jogadores) entre pelo menos 16 jogadores, o que significa apenas 26 minutos em média para cada jogador. No futebol, os 990 minutos (90 minutos de jogo x 11 jogadores) devem ser divididos entre mais de 25 atletas; neste caso, os jogadores devem se contentar com um máximo de 40 minutos por jogo em média. Como consequência dessa realidade, a rivalidade interna e a disputa pelo tempo de jogo são características relevantes nos esportes coletivos de elite.

Existem os gols psicológicos no futebol?

Um dos mitos mais difundidos no futebol é a existência do gol psicológico. O gol psicológico é aquele que é marcado nos últimos minutos do primeiro tempo, pouco antes do jogo ser interrompido e as equipes seguirem para os vestiários. Acredita-se que receber um gol naquele exato momento pode prejudicar definitivamente a confiança dos jogadores em suas chances de vencer o jogo. Mas então, é verdade que existem os gols psicológicos? As equipes que recebem um gol nos momentos finais do primeiro tempo acabam perdendo os jogos?

A mente do jogador em momentos de incertezas

Existem muitos medos, mas como Lovecraft já falou, um dos grandes génios das histórias de terror, o maior medo dos seres humanos sempre foi ao desconhecido. A gente vive isso desde a nossa primeira infância. O fato de não saber o que há naquele quarto escuro ou de ignorar a quem vamos enfrentar em campo é sempre mais preocupante do que perceber que há um monstro debaixo da cama ou que estamos jogando contra o favorito das apostas. Porque o rival pode ser inexpugnável, mas ele está aí, já sabemos que ele existe e podemos começar a pensar o que fazer ou como agir. Terreno firme em que não podemos pisar se não tivermos informação nenhuma.

Etapas na formação do jogador criativo

À medida que as pesquisas da ciência do esporte avançam, a estreita relação entre a mente e o desempenho físico é cada vez mais notória. Por exemplo, um estudo recente publicado na revista RETOS da FEADEF (Federação Espanhola de Professores de Educação Física) sobre a relação entre habilidades motoras e mentais, concluiu que a alta resistência cardiorrespiratória está associada a maior memória, cálculo matemático, velocidade de raciocínio linguístico e criatividade em adolescentes, independentemente da idade e do sexo.

Como gerenciar o resultado dos jogos para melhorar a preparação dos jogadores

O autocontrole é uma característica essencial para um treinador. Ter controle emocional permite um melhor gerenciamento das situações quando for preciso tomar decisões. É por isso que não é recomendado que um treinador seja muito afetado por uma derrota ou vitória. As consequências de um ajuste psicológico irregular podem levar a uma avaliação incorreta do que aconteceu, atribuindo erroneamente a responsabilidade pelo sucesso ou fracasso e adotando medidas pouco acertadas para a próxima partida.