BIHUB PATH
Retorna

A incidência nociva de jogadores de futebol da LaLiga após o confinamento

O surgimento do COVID-19 em nosso futebol levou, por um lado, à suspensão do campeonato da liga (LaLiga Santander), e o confinamento domiciliar durante várias semanas. Este evento alterou completamente o dia-a-dia dos jogadores de futebol.

O futuro dos biomateriais em aplicações de medicina regenerativa

O aparecimento da medicina regenerativa em áreas como a recuperação de lesões ou o tratamento de doenças ou tumores representou uma verdadeira mudança de paradigma na forma de abordar as intervenções médicas.

Monitoramento do estado de uma tendinopatia e seu processo de recuperação

Como curar o que não pode ser visto? A medicina lida diariamente com doenças, lesões ou enfermidades que, em muitos casos, não podem ser observadas diretamente.

As lesões mais comuns nos esportes coletivos

Geralmente, no futebol, as lesões são agudas ou cumulativas. Lesões agudas são aquelas “traumáticas”, por exemplo, as acontecidas como resultado de uma queda, um golpe ou uma colisão entre jogadores. Lesões cumulativas, também chamadas de lesões por traumas cumulativos (LTC), são aquelas em que o esforço repetitivo em um músculo, articulação ou tecido conjuntivo causa um agravamento progressivo da dor, desconforto e deterioração física. Saber como e por que elas ocorrem é o primeiro passo na prevenção de lesões no futebol. Hoje vamos analisar as lesões mais comuns, como nos joelhos, tornozelos e isquiotibiais.

Os riscos de voltar ao jogo no futebol de elite após uma lesão

O risco de lesões é muito elevado no futebol profissional, especialmente na hora das partidas. A taxa de lesões é 7 vezes maior se comparado com o treinamento1. É por isso que contar com todos os jogadores sãos e preparados para a competição é um dos grandes objetivos da preparação no futebol de alto nível. A despesa mensal de uma lesão de um jogador numa equipe que faz parte da Liga dos Campeões é de €500.000

Benefícios dos banhos de gelo para os atletas

Nos últimos anos observamos o aumento mais expressivo dos banhos de gelo e com água gelada entre os profissionais do mundo do esporte e atletas. A popularidade de personalidades como Wim Hof, como o famoso “Hof – o homem de gelo” que tem quase 2 milhões de seguidores no Instagram, foi de vital importância para a viralização do conceito do banho entre o público em geral: tomar banho de água gelada.

Trocas de técnicos aumentam riscos de lesões musculares

O futebol é um esporte que apresenta grandes riscos de lesões graves. Os atletas estão em constantes acelerações, mudanças bruscas de direção, situações repentinas, complexas coordenações e muitas variáveis. Todos sabem que existem fatores externos que podem contribuir para prováveis lesões. A idade dos atletas, o tempo de exposição aos estímulos durante os treinamentos e os jogos em si ou terem sofrido alguma lesão prévia na mesma região são elementos que geram e criam riscos mais elevados.

A prevenção e recuperação de lesões nos esportes coletivos: uma pirâmide de fatores a serem levados em conta.

Existem inúmeras variáveis que influenciam na frequência de lesões nos esportes coletivos, e muitas delas estão ligadas entre si. Para ter sucesso na diminuição das taxas de lesões é preciso conhecer profundamente cada um dos potenciais fatores de risco isoladamente, mas ao mesmo tempo é importante saber das conexões entre eles. Na verdade, é comum que, a cada vez que uma lesão aparece, existem muitos fatores interligados que fazem difícil a análise de cada situação.

A Volta aos Campeonatos após Lesões Sofridas Durante os Esportes de Elite como uma Decisão Conjunta

A procura pelos esportes que induzem os atletas chegarem aos seus limites, pois assim podem alcançarem seu melhor desempenho é um processo que envolve prováveis lesões.

Análise sobre as necessidades de competições entre atletas: a metodologia pode valorizar a carga e projetar novos treinamentos?

Os atletas profissionais estão submetidos a importantes exigências físicas e fisiológicas durante as partidas.