9 May, 2018

O exame médico do desportista: um exame essencial

Saúde e Bem-Estar
Blog
160K

O exame médico é um requisito crucial, ao qual se devem submeter todos os desportistas profissionais. Uma avaliação correta não apenas melhorará a sua segurança, como também permite orientá-lo para conseguir dar o seu máximo rendimento. No entanto, ainda não existe um consenso entre as diferentes organizações médicas sobre o que este exame deve incluir, exatamente.

Recentemente, uma equipa dos serviços médicos do FC Barcelona — liderada pelo Doutor Ricard Pruna — publicou um artigo na revista Medicina Clínica onde se encontra o protocolo seguido pelo clube para avaliar os seus desportistas profissionais, em especial os futebolistas. Este é um resumo do artigo, onde se incluem as suas principais conclusões.

Principais objetivos do exame

Um exame de saúde deve ser capaz de detetar situações que, apesar de não apresentarem sintomas evidentes, possam pôr em perigo um desportista sujeito a um grande esforço. Em simultâneo, permitirá identificar a sua predisposição para um determinado tipo de lesão e, desse modo, contribuir para reduzir o risco de ocorrência. Para além de ter em conta a segurança, o exame será útil para o orientar sobre as atividades que pode ou deve realizar para alcançar o máximo rendimento, incluindo aspetos essenciais, como as recomendações nutricionais.

Estrutura do exame

Dada a sua complexidade, a avaliação deve ser realizada por uma equipa multidisciplinar que abranja não apenas o médico responsável, mas também fisioterapeutas, nutricionistas, preparadores físicos, psicólogos desportivos, podólogos e outros médicos especialistas. Ainda que sejam realizados exames periódicos durante a competição, a avaliação completa inicial deve ser feita obrigatoriamente durante a pré-época. Assim, podem ser tomadas as melhores decisões.

Esta avaliação inicial inclui as seguintes partes:

  • O historial médico, semelhante a um historial convencional, mas que também inclui os antecedentes desportivos, como as lesões sofridas e os seus tratamentos, a possível toma de suplementos nutricionais, os controlos de doping, etc.
  • Uma avaliação nutricional que permita conceber um regime adequado e personalizado.
  • Um exame físico completo, que inclua praticamente todos os aparelhos — respiratório, digestivo, o sistema nervoso, o sistema endócrino, a visão, etc. –, incluindo uma análise completa ao sangue e à urina, bem como à composição corporal para determinar, assim, a percentagem de massa gorda e da massa muscular do desportista. Neste exame, dar-se-á especial importância à avaliação dos aparelhos músculo-esquelético e cardiovascular:
    • Avaliação músculo-esquelética: é fundamental para identificar lesões atuais ou antigas e possíveis sequelas, para conhecer possíveis fatores de risco do desportista e conceber programas de prevenção. No caso do futebol, é necessário prestar especial atenção às lesões musculares, de tendões e ligamentos.
    • Avaliação cardiovascular: o exercício de alta intensidade pode aumentar o risco de problemas como a morte súbita. Apesar de só afetar dois em cada 100 000 desportistas por ano, a sua importância e gravidade tendem a ter uma grande repercussão social e mediática.

Um protocolo devidamente estruturado é útil para identificar uma grande parte dos desportistas mais suscetíveis, mas, de qualquer forma, não existe um consenso universal sobre os exames a incluir. Por exemplo, a FIFA e a UEFA recomendam fazer exames de imagiologia, como a ecocardiografia, nestas avaliações, mas outras instituições só o consideram necessário quando existem suspeitas no historial médico e em testes anteriores. Na equipa médica do FC Barcelona, esta avaliação inclui tanto o historial médico como um exame físico, para além de um eletrocardiograma em repouso, uma ecocardiografia e uma prova de esforço.

Principais conclusões

O exame médico é necessário para todos os desportistas profissionais. Devido à sua importância e complexidade, a avaliação completa inicial deve ser realizada antes da competição, por uma equipa multidisciplinar de profissionais de saúde. Um exame de saúde correto permitirá aumentar o rendimento do desportista, diminuindo, adicionalmente, os riscos de doença ou lesão.

NOTAS RELACIONADAS

Rendimento Desportivo
Blog

Estão os jogadores bem perfilados em relação à bola?

Através da visão por computador, podemos identificar alguns défices em relação à orientação corporal dos jogadores em diferentes situações de jogo.

Os espaços no futebol sob uma perspetiva quantitativa

Nas palavras de Johan Cruyff, “os jogadores, na verdade, têm posse da bola, em média, durante 3 minutos. Portanto, o mais importante é: o que fazer durante os outros 87 minutos em que não se tem a bola? É isto que determina a qualidade do jogador.”

O diagnóstico de imagiologia na medicina desportiva: presente e futuro

As lesões musculares representam mais de 30 % de todas as lesões sofridas em desportos como o futebol.

Sports facilities: o novo auge do mercado desportivo

“There are majestic, grandiose stadiums; some are simply fascinating, others are magical… Many of these are full of tradition, great reserves that, with time, become true legends… with their stands etched into history, where the eagerness and dreams of glory of all who occupied their seats or competed on their fields will be kept forever.Stadiums have a soul.”

VOCÊ QUER SABER MAIS?

  • ASSINAR
  • CONTATO
  • CANDIDATAR-SE

MANTENHA O DIA COM NOSSAS NOTÍCIAS

Você tem dúvidas sobre o Barça Universitas?

  • Startup
  • Pesquisador
  • Empreendimento

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

Por favor, preencha os campos:

O formulário foi enviado com sucesso.